Pulmão & Cia
Home Quem somos Produtos Serviços
Artigos
Contato

Técnica de remoção de secreção brônquica - Bag-squeezing (BS)

 
 
Mirângela Gomes
Estagiária de Fisioterapia

Supervisão Suzy Pontes
Fisioterapeuta Especialista Cardiorrespiratória

Entre os procedimentos realizados pela fisioterapia respiratória, há uma serie de técnicas para a remoção da secreção brônquica, como vibração, percussão, compressão torácica, drenagem postural e BS (Bag-squeezing) que aqui destacamos. Segundo pesquisas, o maior êxito na remoção das secreções brônquicas é obtido pelo aumento do fluxo expiratório, independentemente da técnica utilizada.

A mais tradicional é a técnica introduzida em 1968 por Clement e Hübsh, denominada Bag-squeezing (BS).

Para a realização da técnica é necessário que o paciente esteja utilizando via aérea artificial (VAA),tubo oro-traqueal (TOT) ou cânula de traqueostomia (TQT).Um ressuscitador manual de silicone , que servirá para inflar os pulmões, deverá ser acoplado à VAA. A insuflação deve ser realizada de maneira lenta, seguida de pausa inspiratória de 2 ou 3 segundos, a fim de distribuir o gás uniformemente, propiciando assim, a ventilação de regiões colapsadas previamente; em seguida, a liberação rápida na fase expiratória cria um fluxo de ar turbulento, carreando o muco e simulando o ato da tosse.

A hiperinsuflação manual, em algumas situações, promove melhora da oxigenação por aumento das pressões e volumes impostos ao sistema pulmonar durante a ventilação manual. E, quando adicionada as técnicas fisioterapêuticas, como drenagem postural e aspiração traqueal, aumenta de forma significativa a quantidade de muco retirado, a saturação de O 2 e a complacência do sistema respiratório.

Para cada perfil de paciente existem tamanhos (Adulto, infanto-juvenil e neonatal) de ressuscitador manual com capacidades diferentes voltadas para a necessidade de cada individuo.

Tamanho Capacidade Adulto 1600ml Infantojuvenil 500ml Neonatal 280ml REFERENCIA: RODRIGUES, M.V.H; LIMA, P.A; Técnicas de remoção de secreções brônquicas em pacientes ventilados mecanicamente. In. SARMENTO, G. J. V. (org.) Recursos em fisioterapia cardiorrespiratória. 1ª Ed. – Barueri, SP: ed. Manole, 2012. p. 236-244.
 
 
  Copyright 2015 Pulmão & Cia. Todos os direitos reservados.